Na hora de distribuir os convites surgem muitas dúvidas, por isso é importante se atentar à alguns detalhes para não errar.
Segue algumas dicas de como fazer o seu convite corretamente, de forma simples e chique!

Ainda se usa "sr. e sra."?

O mais indicado é endereçar o convite a "Sr. Marcos Cruz e Sra. Cristina Peixoto", preservando assim a identidade da mulher. Além disso, hoje muitas mulheres não adotam o sobrenome do marido. A fórmula "Sr. e Sra. Marcos Cruz" deve ser reservada aos mais velhos ou mais formais. Se os amigos forem íntimos, escreva "Aos amigos Marcos Cruz e Cristina Peixoto" ou apenas "Aos amigos Marcos e Cristina".
O nome do marido sempre vem primeiro. No caso de namorados, o da mulher precede o do homem. Quando o convite é extensivo à família, escreve-se "Sr. Marcos Cruz e família". Omitir a referência à família é a única maneira delicada de evitar a eventual presença de filhos dos casais.

Festa para todos ou não ?

Quando todo mundo está convidado para a igreja e para a recepção, escreve-se no próprio convite que "após a cerimônia os noivos receberão os convidados em tal local...".
 No caso de uma recepção restrita, o convite é só para o ato religioso. No convite de quem também irá à festa, coloca-se um cartãozinho, preso por um miniclipe no alto, à esquerda, mencionando que "após a cerimônia...".
Uma opção para orçamentos folgados é imprimir duas versões: uma para a igreja e outra para a igreja e a festa, evitando o cartãozinho.
Para a igreja não, mas, se haverá festa, pede-se a confirmação da presença por meio das iniciais R.S.V.P., (répondez s´il vous plaît), uma expressão francesa que traduzida significa "responda, por favor", seguidas de um telefone, do nome de quem receberá as ligações e do prazo para confirmar - quatro ou seis dias antes da festa.
Se a festa é para todos, o R.S.V.P. consta do próprio convite. Caso contrário, vai no pequeno cartão em que se menciona a recepção.
Para avisar que haverá manobristas, põe-se um cartãozinho no alto esquerdo. Se houver um cartão para a festa, este ocupa o canto esquerdo e o do manobrista vem logo ao lado com outro clipe. Esses cartões nunca são grampeados.
Quem fará o ato civil num cartório, na presença de poucas pessoas, mas oferecerá uma recepção, não necessariamente no dia, convida "para a festa em comemoração a seu casamento".

Em memória

Uma solução para quem perdeu os pais e acha triste escrever "em memória" depois do nome da pessoa falecida é fazer o convite em nome dos noivos. "Andréia Nunes e Rafael Albuquerque, filhos de (nome e sobrenome dos pais em letras menores), convidam...".
Em todos os casos, os convites são entregues com um mês ou três semanas de antecedência.

Fonte de Pesquisa: M de Mulher